Ambientes corporativos em constante transformação

 

O ambiente corporativo, nos últimos anos, vem passando por transformações na sua dinâmica de trabalho. Novas práticas empresariais vem sendo adotadas levando as corporações a privilegiarem o trabalho colaborativo.

Assim as companhias transformaram os ambientes, antes fechados e hierarquizados, em espaços horizontais e amplos. As estações compartilhadas com mesas coletivas permitem a comunicação livre entre os colaboradores, a mobilidade das pessoas e reduzem custos.

Com isso, surgiram espaços diferenciados para atender as diversas atividades ao longo do dia, como:

  • Espaços abertos para atividades de integração e comunicação;
  • Pequenas salas fechadas para momentos que precisam de concentração e privacidade;
  • Salas para trabalho em equipe com layout flexível;
  • Ambientes para integração social;
  • Ambientes de descompressão para reduzir o estresse.

Os projetos para escritórios buscam oferecer ambientes funcionais e dinâmicos que respondam as demandas por fluidez nos processos, a alta produtividade e o conforto (térmico, acústico, lumínico, ergonômico e para acessibilidade). Para isso, o ambiente deve:

  • Ser versátil para atender às mudanças empresariais e possibilitar a realização de diferentes atividades;
  • Ser flexível para eventual expansão, redução ou remanejamento de equipes;
  • Ser criativo e inovador para estimular as mentes e inspirar novos negócios;
  • Estar em sintonia com a imagem e valores da organização para todos se sentirem parte da empresa.

Sendo assim, o projeto varia de acordo com o perfil da companhia. As imagens acima, referem-se a dois projetos elaborados pela PROA, que demonstram como os ambientes de trabalho refletem o comportamento social e a dinâmica das organizações. A primeira, um escritório de advocacia e a segunda, um escritório de tecnologia.