Projeto I Clínicas médicas

O projeto arquitetônico de uma clínica médica exige alguns cuidados especiais, devendo seguir diversas normativas. Dependendo da área de especialização da clínica, a setorização dos espaços varia, assim como o dimensionamento de cada ambiente ou até a escolha dos materiais e revestimentos.

A funcionalidade nesse tipo ambiente é o ponto chave para evitar grandes perdas de tempo e circulação. Acesso a ambulatórios e pronto atendimentos, certamente terão localização prioritária se comparada a um setor de diagnostico ou área dos funcionários, por exemplo.  Além disso, a logística para tirar lixo hospitalar, roupas sujas ou o isolamento de centros cirúrgicos devem ser planejados para que o fluxo interno seja facilitado.

As dimensões dos diferentes espaços devem ser planejadas com cuidado. Setores como recepção e enfermaria acabam utilizando grandes áreas da clínica, diferentemente de salas de exames, depósitos ou lavanderias. Para esses dimensionamentos é importante verificar as normativas especificas de cada tipo de uso, como as que constam na RDC-50 da Anvisa, além é claro, do projeto como um todo respeitar as normas dos órgãos regionais.

Tamanho de portas, banheiros com acessibilidade e ausência de rodapés para facilitar a limpeza são detalhes que contribuem para o funcionamento do ambiente. Vale lembrar que a utilização de cores e mobiliários que tragam a sensação de conforto e bem estar também são indispensáveis.

Por, Jaquelline Flores